quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

2009 - Entre o México e o Inferno

Se o papo é blues conjugado com letras ácidas, o Cracker Blues mostra ser mestre no assunto. A banda, oriunda da terra da garoa, salvo melhor juízo, desde 2000 vem ganhando espaço no circuito underground do Brasil.

Este singular sexteto combina em seu primeiro disco oficial todas as suas influências com energia e responsabilidade. Assim, navegamos com eles pelo blues texano, southern rock e country, encontrando em cada faixa um novo elemento interessante.

Em certos ocasiões, parecemos estar diante do mais sincero country, como no caso de "Bolero Maldito". A sinceridade é outro ponto forte da banda, fato este representado pelas letras. Apesar de ácidas e bem humoradas, elas não extrapolam os limites do bom senso. Assim, pode-se dizer que o Cracker Blues chuta o balde, mas sem mirar em ninguém.

Juntamente com a energia acima referida, que em muito lembra as bases vigorosas compostas por Muddy Waters, observamos também a presença forte de slides muito construídos, que nos remetem à um blues mais antigo, similar àqueles encontrados no delta do Mississipi. Ou seja, podemos, ao mesmo tempo, assimilar a sonoridade de ZZ Top, por exemplo, sem perder de vista a influência de Son House.

É o que ocorre quando escutamos "Blues do Inimigo" e "Nascido em São Paulo", faixa esta que apresenta com maior clareza que as demais a incidência dos backing vocals femininos, perfeitamente colocados.

Outro fator que faz elevar a importância da banda e deste disco são os instrumentos não tão "usuais" utilizados em algumas faixas. Logo, percebe-se a presença de violão resonator, também conhecido como "dobro" (aquele que marca presença na capa de "Brothers in Arms" do Dire Straits) em canções como "Oração para um Ordinário" e o precitado "Blues do Inimigo".

Outra faixa que merece atenção é "Velha Tatuagem", que oferece energia e eminente vibração, conduzida por versos ácidos e bem trabalhados.

Enfim, não há do que reclamar. Por certo, esta banda tem grandes chances de tomar de assalto diversas cenas e correntes do rock n' roll pátrio. Esperamos, particularmente, o show deles em nossa terrinha cinza e fria.

Faixas:

1. Bolero Maldito
2. Whisky Cabrón
3. Velja Tatuagem
4. Sangue de Segunda
5. Blues do Inimigo
6. Nascido em São Paulo
7. Tinhoso
8. Charles Bronson Blues
9. Que o Diabo lhe Carregue
10. Blues 56 - Lobo do Mar
11. Oração para um Ordinário

CLIQUE NA IMAGEM P/ FAZER O DOWNLOAD:

6 comentários:

  1. Fala Tonhão:
    Passando aqui pra conhecer o Blog, muito bom. Precisando da gente estaremos lá no Seres.
    Grande Abraço
    José Renato

    ResponderExcluir
  2. Grande José....Obrigado por comparecer em nosso blog, espero que possa encontrar coisas que te agrade...
    Abraços para todos do seres da noite

    ResponderExcluir
  3. Fala Tonhão tudo em cima

    Aproveitando pra te parabenizar pelo blog. Valeu colocar a Cracker aí meu !!! Tive oportunidade de conhecer alguns dos caras da banda...além de mandarem muito são todos gente fina...Colaboro sempre que dá lá no seres.

    Valeu
    Vicente

    ResponderExcluir
  4. Fala Vicente, obrigado pela visita, gostamos de Cracker Blues, som de primeira mesma.
    Sempre que quiser, aparece no blog. Abraços para vc e equipe do Seres da noite

    ResponderExcluir
  5. Valeu, Mestre!! Obrigado pela força pra continuarmos na estrada! Grande Abraço!
    Paulo Coruja - gaita e voz da Cracker Blues

    ResponderExcluir
  6. Grande Coruja, nos do Blog Rock Pensante que agradecemos por vc e a banda em todo pelo excelente trabalho realizado nesse álbum
    Aguardamos ansiosamente por uma apresentação de vocês em curitiba.

    Um grande Abraço.

    ResponderExcluir