sábado, 20 de março de 2010

1969 - Tommy

Imagine que você é um garoto nascido no limiar entre dois séculos. Assim como um novo ciclo, seu nascimento coincide com a assunção de uma nova era. Tristemente, este novo século é recepcionado rapidamente por uma grande guerra, a primeira que esta era conheceria e você, mais do que qualquer outro, sentiria todo o peso dos horrores que o confronto representa: seu pai, ao partir para as trincheiras em nome de seu país, não retornou junto com os demais companheiros. Indiretamente você, uma pequena criança, era mais uma vítima reflexa da guerra.

Pouco tempo passa e sua mãe, único vínculo de afeto que você possui, conhece outro homem por quem se apaixona e inicia uma nova vida. Com fim da guerra ocorrido já há alguns anos você vive uma espécie de vida tranquila, até seu pai regressar milagrosamente ao lar. Por um momento, você pensa que seus sonhos e preces foram atendidos mas, em um estalar de dedos, mais rápido que a queda de uma lágrima, o que era júblilo torna-se pavor. Seu pai ao retornar mata o novo amor de sua mãe e você, uma frágil criança, presencia tal crime em todos os seus detalhes: nunca vira, nem irá mais ver, a violência em estado tão bruto.

Com receio das consequências, seus pais, em uma conduta de suprema mediocridade, forçam você a acreditar que não viu, ouviu e que nem irá falar nada para ninguém, nunca. Consequentemente, como efeito da pressão daqueles que deveriam lhe amar, você fica cego, surdo e mudo, ainda criança e com o futuro em sua frente, futuro este se tornara escuro, silente e opaco pela sua nova condição.

Ainda assim, na adolescência você adquire uma nova paixão: o pinball, e consegue tornar-se campeão na modalidade do jogo, trazendo fama e fortuna para sua família. Em constante melhora, você consegue gradativamente curar os traumas causados por seus pais e volta a ver, ouvir e falar novamente. Associado ao milagre, você se torna uma figura messiânica, considerado como um profeta por seus seguidores, cujo número não para de crescer. No entanto, como o tempo não parou para o século que nasceu junto consigo, ele também não resolveu parar para você e, não muito depois, você acaba por ficar sozinho e desacreditado de suas profecias, abandonado por aqueles que o seguiam.

Esta é história por trás de "Tommy", álbum conceitual do The Who lançado em 1969 e considerado com um dos melhores do estilo opera rock. A construção musical é incontestavelmente bela: Townshend fez um trabalho incrível ao mesclar elementos de ópera ao rock n' roll do Who. Roger Daltrey também merece destaques por sua performance vocal. Canções como "Overture" e "It's a Boy" confirmam essa tese.

Outros excelentes momentos são observados em "Go to The Mirror", "Tommy Can You Hear Me" e "We're Not Gonna Take It", que encerra a história com louvor. "Tommy" apresenta diversas nuances ao longo de todas as faixas, fator que assevera a necessidade de ouví-lo mais de uma vez para tentar absorver todas as pérolas que a obra tem a oferecer. O álbum ganhou uma excelente versão cinematográfica em 1975, que contou com a participação de Jack Nicholson, Eric Clapton, Tina Turner, Elton John e Ann Margareth, indicada ao Oscar de melhor atriz ao interpretar a mãe de Tommy, representado por ninguém menos que Roger Daltrey.

Tanto o álbum como o filme, consoante o exposto, fazem-se detentores de densa atenção. Afinal, essa obra é a precursora de discos conceituais ao mesmo tempo em que incentivou a produção de musicais de rock, palco que antes era ocupado apenas por obras da Broadway. Sem "Tommy", não teríamos "The Wall" e tão pouco "Hair". Literalmente, uma obra de arte.

Cheers!!!

Faixas:

1. Overture
2. It's a Boy
3. 1921
4. Amazing Journey
5. Sparks
6. Eyesight to the Blind
7. Christmas
8. Cousin Kevin
9. Underture
10. Do You Think It's All Right
11. Fiddle About
12. Pinball Wizard
13. There's a Doctor
14. Get to The Mirror
15. Tommy Can You Hear Me
16. Smash The Mirror
17. Sensation
18. Miracle Cure
19. Sally Simpson
20. I'm Free
21. Welcome
22. Tommy's Holyday Camp
23. We're Not Gonna Take It


CLIQUE NA IMAGEM P/ FAZER O DOWNLOAD:



Nenhum comentário:

Postar um comentário