segunda-feira, 8 de março de 2010

2008 / 2010 - Trem Fantasma

Curitiba é mesmo um lugar excessivamente singular. Sob as frias nuvens que fazem gotejar a espessa crosta cinzenta que costumava cobrir nosso céu, as mais diferentes e interessantes manifestações culturais se formam e moldam-se ao cenário que a cerca. Nos trilhos quase esquecidos desta cidade, surge mais um prova da força musical desta cidade: viajando com o Trem Fantasma, apenas uma garantia é certa, a de uma memorável diversão.

Com certeza, verbalizar em canções próprias influências de peso, como Cream, Mutantes, Led Zeppelin e Hendrix é uma tarefa dificílima, ainda mais quando a formação do grupo postra-se como power trio. No entanto, Leonardo Montenegro, Rayman Juk e Yuri Vasselai tiram de letra esta aparente dificuldade.

A banda surgiu do encerramento das atividades do quarteto Os Delirantes. Talvez pela origem compacta, o Trem Fantasma tenha preferido manter-se em número reduzido para assegurar a produção de um som forte e bem construído. Ao menos, essa é impressão que transpassa as três canções registradas pela banda e disponibilizada pela Trama Virtual, que o Rock Pensante tem, hoje, o prazer e a honra de evidenciar.

Ambas as canções nos transportam para o universo curioso e particular criado pelo psicodelismo e pelo hard rock no final dos anos 60 / início da década de 70. Pitadas de Pink Floyd associada ao riff tipicamente inspirado em Jimmy Page abrem este registro, com a canção "De Fato". Do mesmo modo, a letra incisiva proferida por Leonardo entrelaça-se corretamente às linhas de guitarras executadas também sob seu comando. Como se estivesse a marcar passo, Yuri oferece uma interessante levada de bateria, que molda a música e faz com que ela não se perca nas experimentações da banda. Assim como suas maiores referências, o Trem Fantasma sabe muito bem brincar com o ritmo e alterar os compassos que compõe uma mesma trilha. "De Fato" é uma deliciosa prova disso que, durante seu desenvolver, oferece diversas paisagens ao ouvinte, em especial destaque para a que se encarrega a encerrá-la.

A canção seguinte vem a mostrar uma outra faceta do grupo, que trabalha bem a construção de linhas melódicas combinadas com efeitos em wah wah. Outro destaque em "Não Vai Mais Fazer" são os backing vocals, que muito bem encaixados auxiliam na construção e desenvolvimento da canção.

Outro ponto alto desta mesma canção é percebido desde o seu início até o seu fim, representado pela base consistente das quatro cordas de Rayman, que sustenta o terrenos para Leonardo e Yuri brincarem sabiamente com o andamento e velocidade desta faixa. A música nos envolve e nos empolga: é como se pudessemos voltar no tempo e ouvir de modo intimamente próximo a execução de "Disraeli Gears".

Mas os méritos mesmo merecem ser direcionados para "Sua Otária", que encerra esta breve compilação do Trem Fantasma. A letra embriagada trafega ansiosamente pelo universo criado pela banda, que certamente buscou em Jimi Hendrix Experience a receita para fomentar a base da canção, que agrega o blues às manifestações do progressive rock, sem desabonar em nenhum momento nem um, nem outro. Via de regra, misturar estilos diametralmente opostos em uma canção é para poucos: e esses três guris integram com facilidade este rol seleto.

A banda já possui um currículo invejável, acumulando apresentações no mini auditório do Teatro Guaíra, no festival Psicodália, partilhando o palco com nomes como Blindagem, Terreno Baldio e, vejam só, Os Mutantes. Para 2010 é esperada a composição de novas canções e novas gravações, que abrirão ainda mais o estilo e sonoridade da banda, que como qualquer grupo que valha a pena ser ouvido, não traz em si uma única rotulação. Com alertamos ante, viajar com o Trem Fantasma é certeza de diversão.

Cheers!!!

Conheça o material da banda:

www.myspace.com/tremfantasma
www.tramavirtual.com.br/tremfantasma
www.twitter.com/tremfantasma
www.youtube.com/otremfantasma
www.lastfm.com.br/music/Trem+Fantasma

Faixas:

1. De Fato
2. Não Vai Mais Fazer
3. Sua Otária

CLIQUE NA IMAGEM P/ FAZER O DOWNLOAD:

Um comentário: