quarta-feira, 19 de maio de 2010

1973 - Live at Southampton University



Em 1973, o Led Zeppelin já era, literalmente, um gigante. Jimmy Page havia, de fato, consolidado a sua missão: o projeto de reciclar os Yardbirds se transformou em algo muito maior do que ele mesmo mesmo havia planejado ou imaginado. Com quatro discos na bagagem que "redesenharam" os caminhos do rock n' roll, a banda lotava estádios, fomentava polêmicas e mostrava ao mundo que era possível, em um mesmo disco (ou show, ou canção) misturar rock, R&B, blues e destrinchar o hard rock setentista à sua maneira. Durante a tour de "Houses of the Holy" (ou "Led Zeppelin V", para os mais aficcionados), o Led Zep massacrou prazerosamente o mundo, como sempre soube fazer. É exatamente por isso que "Live at Southampton University" reveste-se da maior importância: trata-se da retratação do caminhar denso e pulsante de um gigante sobre a Terra.

Este bootleg resulta de uma gravação de soundboard da apresentação feita no antigo refeitório da Universidade de Southampton, durante a turnê do precitado disco, mais precisamente em 22 de janeiro de 1973. O áudio dos dois discos é de cair o queixo: ainda que não apresente ao ouvinte a explosão do público, tão comum nos shows do Led, a sonoridade expõem a banda em seu melhor momento, executando canções como "Rock n' Roll", "The Rain Song" e " The Song Remains the Same" com a maestria que lhes é comum. Aliás, analisando a história do Led Zep, vê-se que este era um grupo predestinado a marcar seu nome na história da música e (sem exagero) na alma de muitas pessoas. A reunião de Robert Plant, Jimmy Page, John Paul Jones e John "Bonzo" Bonham quase que se escreveu nas mesmas estrelas pintadas por Aleister Crowley, a quem tanto Pagey era devoto. Nem mesmo a polêmica acusação de que a banda (ou melhor, Page) teria pego canções antigas e as reinterpretado - como "Dazed and Confused", por exemplo -, ofuscou a grandeza do zeppelin mais pesado do rock n' roll (aliás, este mesmo assunto será abordado no Boteco Pensante ainda neste mês).


Para este bootleg, obrigatório na coleção de qualquer aficcionado por pela obra do Led Zeppelin, os destaques vão para "Since I've Been Loving You", um dos melhores blues feitos pela banda; "Dancing Days", cujo nome já explicita bem o que o ouvinte deve esperar; e as lendárias "Stairway to Heaven", "Whole Lotta Love" e a interessante execução de "How Many More Times", do disco de estréia do grupo. Como não poderia ser diferente, "Communication Breakdown" acolcheta bem a atmosfera da apresentação e encerra o disco excelência.

Por essas razões, a audição de "Live at Southampton University"  deve ser feita com calma, zelo e, se possível, regada por uma boa cerveja. Afinal, esta uma ímpar possibilidade de vislumbrar o Led Zeppelin em uma apresentação intimista e rebuscada em quesito sonoro: é como se, a cada segundo das canções deste bootleg, pudéssemos sentir os pesados passos deste gigante sobre o nosso corpo. Que a música do Led Zeppelin possa viver para sempre.

Cheers!!!

Set List Disco 1 (FAÇA O DOWNLOAD AQUI)

1. Rock and Roll
2. Over The Hills and Far Away
3. Black Dog
4. Misty Mountain Hop
5. Since I've Been Loving You
6. Dancing Days
7. The Song Remains the Same
8. The Rain Song
9. Dazed and Confused

Set List Disco 2 (FAÇA O DOWNLOAD AQUI)

1. Stairway to Heaven
2. Whole Lotta Love
3. Heartbreaker
4. Thank You
5. How Many More Times
6. Communication Breakdown

Nenhum comentário:

Postar um comentário