terça-feira, 4 de maio de 2010

1975 - Em Busca do Tempo Perdido

Garimpar o passado da música brasileira é um tarefa prestimosa. Por vezes, além de deperar-se com trabalhos geniais e ímpares,  o pesquisador também é pego de surpreso por dados antes desconhecidos por si, seja pela sua "ignorância", por assim dizer, ou pela característica falta de memória que abarca todos aqueles que nasceram em terras tupiniquins. Qualquer que seja a razão, quando refletimos sobre O Peso, grupo carioca formado na primeira metade da década de 70, a sensação é essa: uma jubilosa e agradável surpresa, que se renova gradativamente com o passar dos anos.

O álbum que ora aprecia-se, "Em Busca do Tempo Perdido", de 1975, é o único registro de estúdio oficial do quinteto liderado pelo vocalista Luiz Carlos Porto, dotado de uma voz única que, a depender da toada da canção, reveste-se nas mais diferentes roupagens: explosiva como Ian Gillan, extasiante como Dan MacCafferty e apaixonante como Rod Stewart. É o que se ouve (e também vê) na faixa inicial do registro, "Sou Louco Por Você". Esta mistura do hard rock a lá Deep Purple, com pitadas de Nazareth,  garante ao ouvinte um momento de intensa reflexão. Como um todo, "Em Busca do Tempo Perdido" apresenta uma atmosfera agitada e pulsante, com nítidos elementos boogie em piano, providos por Constant Papineau, e memoráveis frases de guitarra escritas por Gabriel O'Meara. Destaques surgem também para as quatro cordas de Carlos Scart.

Outras pérolas de destaque são "Não Sei de Nada", "O Pente" (que rendeu ao grupo a memorável participação no Festival da Canção de 1972), "Blues" (cujo nome descreve bem a canção) e "Lucifer" que soa, possivelmente, como um dos primeiros hard n' heavy feitos por aqui: parece que estamos a ouvir os Patrulheiros de Rolando Castello Jr. a reproduzir uma passagem de "Black Dog", do nosso querido Zeppelin de Chumbo.

Bem, bastam de palavras portanto. O som de "O Peso" é um prato sem igual a ser degustado quando olhamos para a estruturação da música brasileira. De fato, trata-se de uma das melhores bandas de hard/classic rock  engendradas em nossas terras que, uma vez mais, acabou por ser enconberta pelas areias da ampulheta e guardadas em algum canto de nossa memória. Eis, pois, a chance de reavivá-la. Como diria o nobre e profético Ezequiel Neves: "chega de conversa fiada. Sejamos urgentes. É ouvir 'O Peso' e cair chapado." Simples assim.


Cheers !!!


Set List

1. Sou Louco Por Você
2. Não fique Triste
3. Me Chama de Amor
4. Só Agora
5. Não Sei de Nada
6. Blues
7. Lucifer
8. Boca Louca
9. Cabeça Feita
10. Em Busca do Tempo Perdido
11. O Pente
12. Só Agora Estou Amando
13. Suzi


CLIQUE NA IMAGEM PARA FAZER O DOWNLOAD:


Um comentário:

  1. ESPETACULAR! Procurei muito este disco para download, já até havia desistido!
    Já conhecia o disco. Tinha gravado em uma fita K7 que foi roubada (dei moleza no meu Uno Mille) em 1991. Realmente foi um pessoal de PESO! Ouso até dizer que, tirando a questão da língua, era comparável com o Zep e com o Black Sabbath, na época.

    ResponderExcluir